IMMEF Facebook
HOME O CONCEPT EXAMES CORPO CLÍNICO   TECNOLOGIA SUA GESTAÇÃO FALE CONOSCO

EXAMES

Ultrassom Morfológico de 1º trimestre – 4D HD Live

É principal exame do 1º trimestre.

Objetivos Principais:

Período para realização: Entre 12 semanas e 14 semanas de gestação, realizado por via abdominal e transvaginal.

Outras Informações

Devido ao rápido avanço na área de Medicina Fetal, tanto em relação a qualidade dos equipamentos e, principalmente, a qualificação profissional, a avaliação da morfologia fetal e avaliação de sinais sutis (marcadores ultrassonograficos) de doenças cromossômicas (Síndrome de Down, por exemplo) é factível de ser realizada em fase precoce da gestação. Esse exame é considerado, junto ao Ultra-som Morfológico de 2º trimestre, como a principal avaliação da gestação pela Fetal Medicine Foundation. É composto das seguintes etapas:

A grande maioria dos bebês é normal. Entretanto, toda a mulher, qualquer que seja a sua idade, possui um risco de conceber um bebê com algum tipo de deficiência. Em alguns casos, essa deficiência é decorrente de uma anomalia cromossômica, tal como a Síndrome de Down.

A única maneira da confirmação se o feto tem ou não uma anomalia cromossômica é através do estudo do mapa cromossômico (cariótipo), o qual durante a gestação é obtido através das pela realização de exames invasivos, tais como a Biópsia de Vilosidades coriônicas ou a Amniocentese. Porém, tais testes apresentam um risco de abortamento de aproximadamente 1%.

Cabe a você e ao seu companheiro, com a orientação de seu obstetra decidir se o risco do seu bebê apresentar uma anomalia cromossômica é grande o suficiente para realizar o teste invasivo. Como uma diretriz, O IMMEF normalmente recomenda o teste invasivo quando o risco para Síndrome de Down é igual ou maior que uma chance em 100.

O período mais preciso para calcular o risco para síndrome de Down é entre a 11ª e a 13ª semana de gestação e o risco depende:

Após a realização da ultra-som e com base nos fatores acima, o risco estimado para síndrome de Down será discutido com você. Somente você pode então decidir se deseja realizar o teste invasivo. Independente da sua decisão é recomendada a realização do ultra-som morfológico de 2º trimestre para a pesquisa do desenvolvimento anatômico fetal.

Os parâmetros acima citados têm como principal objetivo o rastreamento de doenças cromossômicas (por exemplo, Síndrome de Down), problemas cardíacos e outras alterações da morfologia fetal. Através da análise destes parâmetros, associado à idade materna, pode-se obter o risco específico para cada paciente em relação a doenças cromossômicas. Isto é possível por meio de um programa de rastreamento fornecido pela Fetal Medicine Foundation-Londres, do qual o IMMEF faz parte, sendo capaz de detectar até 90% dos fetos com Síndrome de Down.

Profissional que deverá realizá-lo

Profissionais habilitados em Medicina Fetal pela Fetal Medicine Foundation. O IMMEF ressalta que todos os médicos de seu corpo clínico possuem a Habilitação Nacional expedida pela Febrasgo e Internacional pela FMF-Londres.

Voltar

 

Av. Sete de Setembro, 4848 - 6º andar | Batel | Curitiba
41 3046.3333
  O Concept Exames Sua Gestação Imagens Concept Fale Conosco
  Compromisso IMMEF
Atendimento IMMEF Concept
Experiência em Medicina Fetal
Tecnologia
Corpo clínico

Por etapa de gestação
Consulte aqui a lista de exames

Dicas
Semana a semana
Curiosidades
Base de imagens Contate-nos
Localização
Trabalhe conosco
Facebook
Webmail
Copyright © IMMEF - Todos os direito reservados Responsáveis Técnicos: Sergio Luis Costa CRM 13.924 PR | Cláudio Correa Gomes CRM 13.687 PR | Adriano Chrisostomo CRM 13.589 PR hidea.com